CPMI vota convocação de diretor da Veja; líder cobra esclarecimentos

Informação da Liderança do PT na Câmara dos Deputados

O líder da bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara, deputado Jilmar Tatto (PT-SP), defendeu nesta segunda-feira (13) a convocação do diretor da sucursal da revista Veja em Brasília, Policarpo Júnior, pela CPMI do Cachoeira. Requerimento do deputado Dr. Rosinha (PT-PR), dentre outros, convocando o jornalista à CPMI, será apreciado nesta terça-feira (14), em reunião do colegiado.

O líder do PT entende que é imprescindível a ida do jornalista da editora Abril à CPMI para esclarecer as duvidas que pairam sobre ele. Policarpo aparece em várias gravações feitas pela Policia Federal, nas operações Vegas e Monte Carlo, que desbarataram a organização criminosa do contraventor .

A questão central é que não se sabe se as relações de Policarpo Júnior com a quadrilha se dão “como jornalista ou membro do crime organizado”.   O líder ressalvou que prefere não fazer juízo de valor, daí a importância do depoimento do jornalista à CPMI.

O líder acrescentou que a convocação não muda a relação e o respeito que se tem pela imprensa brasileira. “A imprensa é livre, só não pode ter suspeito de crime se passando por jornalista”, disse.

Munição - Policarpo Júnior foi pego nas interceptações telefônicas da Polícia Federal (PF) negociando um “grampo” com a quadrilha de Carlos Cachoeira. A vítima era um deputado federal, conforme revela relatório da PF. Os documentos atestam que o bicheiro municiava o jornalista com informações privilegiadas adquiridas a partir de gravações de áudios e vídeos ilegais.

Para Dr. Rosinha, o depoimento vai “delinear” a relação entre o jornalista e a organização criminosa comandada por Carlos Cachoeira. De acordo com o petista, não se pode conceber que uma revista circulação nacional não explique a relação que mantinha com um criminoso.

“Está claro que Cachoeira não era apenas uma fonte da revista. O Policarpo Junior precisa explicar se fazia parte desse esquema ou se era usado por ele”, cobrou Dr. Rosinha.

Agenda – A CPMI do Caso Cachoeira se reúne nesta terça-feira (14), às 10h15, na sala 2 da ala senador Nilo Coelho, no Senado. A comissão deve apreciar também a convocação do presidente do grupo Abril – responsável pela publicação da revista Veja, Roberto Civita; dos governadores tucanos, Marconi Perillo (GO) e Siqueira Campos (TO), do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, entre outros.

Equipe PT na Câmara

About these ads

0 Responses to “CPMI vota convocação de diretor da Veja; líder cobra esclarecimentos”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Luiz Müller

Twitter


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 8.336 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: