Os caminhos de construção do socialismo são árduos. A verdade nem sempre é o que aparenta ser. A construção da verdade é fruto da ação de todos. Sou daqueles que age para construir a verdade, embora ache que ela nunca será por inteiro, de acordo com a necessidade da humanidade. A boa luta cosntrói a verdade diaria.

PARA ALÉM DO JORNALISMO, A COMUNICAÇÃO NOS BLOGUES E REDES SOCIAIS

Publicado janeiro 19, 2011 r Uncategorized 8 Comentários Editar
Tags:, , , ,

Por Luiz Müller

Comunicação é a forma como as pessoas se relacionam entre si, dividindo e trocando experiências, idéias, sentimentos, informações, modificando mutuamente a sociedade onde estão inseridas. Sem a comunicação, cada um de nós seria um mundo isolado.
Partindo desta premissa, não podemos considerar “comunicação” apenas uma tarefa de jornalistas e comunicadores dos vários meios midiáticos existentes.
Comunicar é tornar comum, divulgar, externar opinião, podendo ser um ato de mão única, como TRANSMITIR (um emissor transmite uma informação a um receptor), ou de mão dupla, como COMPARTILHAR (emissores e receptores constroem o saber, a informação, e a transmitem). Comunicação é a representação de uma realidade. Serve para partilhar emoção, sentimento, informação. A realidade pode ser vista de vários ângulos, com olhares e concepções diferentes. Se a “realidade” é comunicada, sem a possibilidade da critica, ela conterá sempre o viés de quem a comunicou. Assim são os tradicionais meios de comunicação. Rádio, jornal e televisão transmitem, mas não recebem a crítica direta da sua visão de “realidade”. Assim, quem vê jornal, ouve rádio ou vê TV sem um olhar crítico, estará assimilando a visão parcial da realidade comunicada. As novas mídias, em especial a Internet possibilitaram que a crítica, antes restrita as rodas de amigos ou pequenos grupos de pessoas, agora possibilitam uma visão critica coletiva e ampla, pois além da “versão” da realidade exposta, ela pode ser debatida por pessoas de qualquer canto do mundo, “descobrindo” então a realidade antes comunicada a partir de um único olhar. Mudam os papéis. Jornalistas e radialistas, antes todo-poderosos “comunicadores” tem que construir a versão mais real possível dos fatos, quando os noticiam, para que não sejam contestados, não só por opiniões divergentes, mas também por versões diferenciadas do mesmo fato. Árdua profissão de jornalista, radialista e afins, sujeita agora ao crivo crítico do receptor. Receptor que antes só se fazia número, na audiência deste ou daquele jornalista ou comunicador, para julgar a possível “veracidade” contida no fato relatado e comentado. Agora é possível já não ser mais só receptor. É possível ser crítico, externar a crítica em forma de opinião e publicizá-la. É dada a possibilidade de a comunicação de cada um, antes comunicada apenas em grupo, ganhe agora o espaço massivo das redes sociais e dos Blogs. Não é afinal jornalismo, mas sem dúvida é comunicação. A insistente repetição da mentira que por isto acaba se transformando em verdade no senso comum, como pregava Goebels, já não é mais tão fácil de ser vendida. A “unanimidade” em torno da realidade vendida pelos grandes meios de comunicação já não é mais tão unânime assim. A consensualidade em torno de uma determinada realidade, construída por um grupo ou mais de pessoas parece ser a nova forma de interpretar a realidade fática. Assim, cabe aos Jornalistas mostrar o fato com a menor interpretação possível da realidade na narração do mesmo. Ao órgão midiático caberá também possibilitar que o Jornalista relate o fato sem contaminá-lo com sua visão da realidade. Não significa no entanto que o órgão midiático não possa expressar sua opinião sobre o fato. Até é dever, para não escondê-la na entrelinha do relato, na editoria do mesmo.

A BLOGOSFERA É ESPAÇO DE COMUNICAÇÃO

Outro dia fui surpreendido pela opinião de um Jornalista, de que a Blogosfera e as redes sociais seriam o novo e grande “espaço da fofoca” , como teriam sido antes os comentários nas “rodas de turma”. Os comentários nas rodas de amigos, ou discussão em grupo, eram na verdade possibilidade de aceitação ou não de uma determinada realidade fática oferecida pela grande mídia. Agora esta roda ficou maior. E comentamos com muito mais gente e muito mais gente lê e opina sobre as opiniões do outro. A Blogosfera pode e deve também ser espaço para o Jornalismo de qualidade, mas muito mais do que isto, é espaço de comunicação de todos com todos. O espaço das opiniões não é o mesmo espaço da realidade fática. O espaço das opiniões é o espaço da comunicação da minha compreensão sobre esta realidade fática, que só pode ser relatada de fato pelo jornalista competente e comprometido com a informação real, presente e verdadeira. Assim, preservam-se os espaços de cada um e cada um assume o seu papel na sociedade agora capaz de se comunicar de mil diferentes maneiras e não só mais a comunicação unilateral do Jornal, do Rádio e da Televisão. Bom pra humanidade, bom pra cidadania e muito bom para quem luta por igualdade para todos e todas, ou melhor, luta para que todas as diferenças possam ter seu espaço reconhecido.


Luiz Müller

Twitter


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 9.475 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: