FORMATURA DE APRENDIZES DO SENAC RS

Participei ontem, segunda-feira, de evento de formatura de 1.350 jovens do programa Jovem Aprendiz do SENAC. A alegria maior é saber que a maioria destes jovens vem de famílias pobres e pode realizar seu curso por que tiveram Carteira de Trabalho Assinada durante todo o período de duração do curso, que é de um ano. A Lei 10.097, Lei do Aprendiz, regulamentada pelo Decreto 5598/2005 do presidente Lula, obriga as empresas a contratarem de 5% a 15% do número de seus trabalhadores como aprendizes. Desde 2003, o número de aprendizes com CTPS assinada saltou de 3.300 para 32.000 em 2009. Este número só foi possível graças ao empenho de setores da fiscalização da SRTE/RS, em especial da Auditora Denise Brambilla, que juntamente com a Divisão de Atendimento ao Trabalhador da SRTE, do Gabinete da Superintendência e do Ministério Público do trabalho. A partir de audiências públicas realizadas com o empresariado em várias regiões do estado, estes passaram a entender a aprendizagem como OPORTUNIDADE PARA QUALIFICAR JOVENS, A FIM DE OCUPAREM POSTOS DE TRABALHO ANTES ABERTOS POR QUE NÃO HAVIA TRABALHADORES QUALIFICADOS. Esta frase, dita e repetida inúmeras vezes, passou a ser a chave para desmontar a idéia de que esta lei era mais uma imposição legal. Outro passo importante foi a oficialização das ações que já vínhamos desenvolvendo na SRTE/RS, através da portaria ministerial de constituição do Fórum Gaúcho da Aprendizagem. Neste fórum, composto por entidades executoras, representações empresariais, de trabalhadores e do governo, definimos ações conjuntas para ampliar as ações de atendimento ao público jovem. As entidades, devidamente credenciadas pelo MTE qualificam os jovens, as empresas os contratam para fazer a qualificação profissional na própria entidade e o MTE através da SRTE garante a mediação e fiscalização deste processo de qualificação profissional, garantindo o cumprimento dos períodos de qualificação na entidade qualificadora e a atividade prática atinente ao curso na empresa, evitando que esta se transforme em mero trabalho produtivo e sim, parte do processo de aprendizado dos jovens. Destes formandos do SENAC, haverá um acompanhamento por amostragem, durante um ano, para identificar o que empiricamente já é sabido: parcela significativa dos jovens qualificados através deste programa, seja no SENAC, seja no SENAI ou nas demais entidades qualificadoras, tem emprego garantido nas empresas em que atuaram como aprendizes ou no ramo em que realizaram a sua qualificação. Embora o conteúdo da Lei 10097 remonte a década de 40 d0 século passado, quando foi criado o Sistema S, é no governo Lula que a ação governamental passou a ser de proatividade junto aos empresários, garantindo a ampliação significativa do número de aprendizes cotizados(contratados).

Matéria da Imprensa a respeito da Formatura

Formatura reúne 1,3 mil jovens alunos do Senac

Todos concluíram curso de 800 horas e tiveram a carteira assinada

Não era só uma diploma que levou 1.350 jovens bem arrumados, com roupa de festa, ao Ginásio Tesourinha, em Porto Alegre, ontem à noite. O canudo com a assinatura do Programa Senac de Gratuidade garante muito mais aos recém-formados estudantes de 14 a 24 anos que participaram da cerimônia inédita organizada pela instituição. Todos eles concluíram o curso de 800 horas, ou 10 meses, e, em troca, tiveram a carteira assinada e as portas abertas para o difícil mercado de trabalho para quem está começando.

— Nós preparamos um número significativo de pessoas durante o ano. Só dos cursos do PSG (Programa Senac de Gratuidade), participaram 23 mil alunos em 2009. Para dar mais visibilidade e conseguir mensurar esta façanha, resolvemos juntar várias turmas em uma única cerimônia — explicou José Paulo da Rosa, diretor regional Senac-RS, ao lembrar que em 63 anos cerca de 6 milhões de gaúchos já se formaram pela instituição.

Milhares de pessoas, entre familiares e amigos dos formandos, acompanharam a colação, que contemplou 42 turmas dos cursos de Aprendizagem Comercial em Assistente Administrativo, Assistente Administrativo em Instituições de Saúde e Aprendizagem em Comércio. Era uma maneira de reconhecer o esforço dos jovens, que tiveram em 400 horas de curso dentro do Senac e 400, dentro de uma empresa. A expectativa deles é a efetivação nas empresas que os acolheram e assinaram sua carteira durante o período de curso.

— Como eu quero ser técnica em enfermagem como a minha mãe, vi no curso de Assistente Administrativo em Instituições de Saúde uma maneira de ingressar nessa área. Já tenho minha vaga garantida no Hospital Mãe de Deus e vou fazer o meu melhor para ser efetivada — contou a formanda Thamara Oliveira Bernardes.

Para saber mais sobre as histórias de alguns desses alunos, como o de Thamara, leia a próxima edição do caderno de Empregos & Oportunidades.

ZERO HORA

About these ads

0 Responses to “FORMATURA DE APRENDIZES DO SENAC RS”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Luiz Müller

Twitter


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 9.114 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: